Privacidade e tecnologia: entenda a ligação

Transformação digital é um termo cada vez mais frequente para as empresas, independentemente do setor de que façam parte. Isso acontece pela necessidade de se atualizar e a máxima atenção para continuar trilhando um caminho de sucesso.

Na era da tecnologia, a privacidade é um ponto importante, pois já é comum acessar a internet para compartilhar dados e, com a vida corrida, pode-se não perceber que  uma rede é pública ao invés de privada.

Neste texto, você entenderá como as tecnologias do futuro vão transformar a maneira de se manter seguro no ambiente digital.

Compartilhamento de dados para usuários

O compartilhamento de dados acontece em alta velocidade, graças à população conectada 24 horas por dia. Dessa forma, as empresas conseguem coletar informações totalmente novas, o que leva a investirem não só não só nas possíveis tecnologias, como na segurança de dados também. Ter acesso a uma rede confiável é tão importante quanto a privacidade das informações de seus clientes.

Isso exige muito da educação dos usuários em relação à segurança, porque seus dispositivos são os grandes responsáveis por armazenar e transmitir pesquisas, sejam elas pessoais ou corporativas.

Como as empresas armazenam dados?

As empresas conseguem acessar uma quantidade gigante de informações sobre os usuários, que vão além do que é público nas redes. Contas no Instagram e Facebook, por exemplo, são capazes de armazenar uma série de dados.

Conheça agora alguns desses exemplos:

  • Google: guarda o histórico de localização geográfica, desde a primeira vez que os usuários a utilizam, além de buscas feitas no Google e no YouTube. Também guarda todos os arquivos do Google Drive – mesmo os excluídos – e perfis de preferências para anúncios;
  • Facebook: permissão para que usuários baixem toda e qualquer informação guardada pela empresa, além do histórico de mensagens de texto e voz, localizações e pesquisas dos navegantes;
  • Microsoft Windows: coleta informações sobre pesquisas feitas no Bing, comandos de voz para a Cortana, análises sobre como os usuários digitam suas frases e muito mais;
  • Apple: mesmo sendo uma das empresas com menor índice de coleta, a Apple possui dados com sessões em jogos e metadados a respeito de emails de seus usuários (remetente, destinatário e data/hora, porém sem o conteúdo em si).

Como se proteger em meio às tecnologias?

  • Não utilize a mesma senha em contas diferentes e dê preferência para combinações longas. É importante também manter as senhas num gerenciador, como o KeePassXC;
  • Verifique sempre a origem dos seus emails;
  • Lembre-se de atualizar sistemas e programas operacionais para descartar a presença de hackers;
  • Passe o mouse pelos links e evite o uso de hyperlinks, isso irá prevenir ataques de phishing (técnica para enganar usuários e obter informações confidenciais);
  • Mantenha backup de todas as informações em outro computador, pois isso previne qualquer ameaça de ransomware;
  • Utilize uma VPN (rede privada virtual).

Sua empresa está pronta para integrar o mundo da tecnologia de modo seguro?

Entre em contato com a Arklok e vamos conversar sobre as soluções que podemos trazer para você e o seu negócio. 

Interaja conosco também pelas nossas redes sociais LinkedIn, Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as nossas soluções. 

Até a próxima!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS E PROMOÇÕES

mobile-newsletter-arklok