Proteção de dados no mundo digital: necessidade na vida pessoal e corporativa

Você já ouviu informações sobre dados privados vazados na internet em algum momento. Existe uma preocupação tanto pessoal quanto empresarial quando se trata de dispositivos eletrônicos e o mundo digital como um todo, e essa preocupação é real e necessária pois o impacto de sofrer ataques virtuais pode ser irreversível por ser impossível mensurar a perda. É imprescindível atuar com proteção e prevenção de possíveis ataques e/ou roubo de dados. 

Para compreender um pouco do cenário, separamos alguns dos riscos associados à falta de proteção de dados.

  • Invasão de sistemas vitais;
  • Obtenção de acessos a dados sensíveis;
  • Roubo de declarações fiscais ou números de documentos;
  • Realização de transações financeiras ilegais;
  • Manipulação de dados e códigos.

Como se proteger diante disso?

As ameaças estão crescendo muito em volume, nível de sofisticação e inteligência. Para cada ataque, uma estratégia que busca quebrar as barreiras da segurança. Por esse motivo, é importante que as organizações e empresas, de acordo com o tamanho de dados sensíveis, criem uma estratégia de proteção de dados para evitar possíveis ataques. 

É necessário definir dentro da empresa quais as pessoas envolvidas no projeto para levar em conta os rigores da LGPD e fazer o mapeamento de processos no tratamento de dados. Ou seja, a organização deve compreender a proteção de dados como parte do seu negócio. É uma área e investimento nos quais é preciso criar uma estrutura confiável dentro da organização. Essa estratégia irá fazer bem para os negócios, uma vez que a proteção dos dados possibilita manter a reputação da marca e elevar a confiança do cliente.

Lei de proteção de dados

O Congresso Nacional promulgou em fevereiro de 2022 a Emenda Constitucional 115, que inclui proteção de dados pessoais entre os direitos e garantias fundamentais. O artigo 5º recebeu um trecho adicional que diz “assegurado, nos termos da lei, o direito à proteção de dados pessoais, inclusive nos meios digitais”.

A emenda também determina que a União seja responsável por legislar, organizar e fiscalizar a proteção de tratamento de dados pessoais, na qual reforça a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Os benefícios de contratar serviços de Segurança as a Service (SECaaS)

Antes de mais nada, construir um ambiente seguro para os equipamentos e acessos digitais. E, através disso, usar uma estratégia de construção de confiabilidade que possa garantir, entre outras ações:

  • Prevenção e redução de ameaças e vulnerabilidades;
  • Implementação de políticas de proteção;
  • Resposta a incidentes;
  • Recuperação rápida em casos de incidentes;
  • Garantia de dados e informações;
  • Aplicação das leis relacionadas à cibersegurança.

A Arklok oferece soluções completas de Segurança as a Service, outsourcing TI que engloba Firewall, SD-Wan e Endpoint que vão auxiliar sua empresa a criar uma estratégia eficaz de segurança. 

A sua empresa está protegida digital e tecnologicamente?

Entre em contato com a Arklok e vamos conversar sobre como podemos ajudar a
sua empresa a se proteger e criar uma estratégia para garantir a segurança do seu negócio.

Interaja conosco também pelas nossas redes sociais LinkedIn, Facebook e Instagram e fique por dentro de todas as nossas soluções.

Até o próximo post!

Compartilhe

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS E PROMOÇÕES

mobile-newsletter-arklok